Profissional realizando avaliação para tratamento de umbigo triste

Umbigo triste: conheça os tratamentos que funcionam de verdade

A flacidez pode trazer diversas consequências para o corpo, por isso está entre os principais motivos pelos quais os pacientes procuram os consultórios médicos. Uma das áreas mais atingidas pela perda de tonificação da derme, por exemplo, é a região do abdômen. Em decorrência a esse processo, a área afetada adquire características únicas que afetam diretamente a autoestima das pessoas, como o umbigo triste ou umbigo caído.

O que é umbigo triste? Trata-se de uma característica presente em pessoas que sofrem com uma flacidez concentrada na região do abdômen, assim como mencionado anteriormente. O excesso de pele que se forma na região faz com que ele fique com uma aspecto de caído causando um incômodo, principalmente entre as mulheres.

Quais são as causas do umbigo triste?

As causas são as mesmas que provocam a flacidez em outras regiões, contudo alguns comportamentos, hábitos e alterações corporais podem potencializar esse efeito. Isso porque, ao longo dos anos, o corpo diminui consideravelmente a produção de colágeno e elastina, por consequência, a derme perde sua sustentabilidade natural.

Quando sofremos qualquer alteração corporal a pele é a primeira a ser afetada, por isso são inúmeros os fatores que causam a flacidez e, consequentemente, o umbigo triste. Entre os principais deles estão as variações de peso, principalmente, quando são consideráveis, e em decorrência a procedimentos estéticos, como a lipoaspiração. 

Mas, como acabar com o umbigo triste? Existem tratamentos eficientes? 

Alguns hábitos podem ajudar a prevenir o acúmulo de gordura acima do umbigo e os demais efeitos colaterais da gordura localizada, como a prática de atividades físicas juntamente com uma alimentação equilibrada. Contudo, para quem já sofre com esse “problema” alguns procedimentos invasivos e não invasivos podem suavizar ou resolver de vez a sensação de umbigo caído que tanto causa incômodo.

Como melhorar o umbigo triste sem cirurgia e melhorar a flacidez?


No mercado de estética existem diversos procedimentos não invasivos considerados ótimas soluções para o tratamentos de flacidez corporal. Por esse motivo, eles também podem ser uma boa alternativa para quem está em busca de soluções efetivas para o umbigo flácido. Afinal, apesar das inúmeras opções disponíveis para os pacientes, nem todas conseguem apresentar bons resultados.

Se tratando de flacidez o ideal é optar por terapias que tratam a raiz do problema, ou seja, o déficit de colágeno e elastina no organismo. Para isso, existem tecnologias capazes de atuar em pontos estratégicos da derme a fim de estimular a produção dessas proteínas de forma natural.

Indicamos três procedimentos capazes de atingir esse objetivo com eficiência e, como resultado, eliminar os efeitos da flacidez, incluindo o umbigo triste.  

3 tratamentos para acabar com o umbigo triste:

1. HIPRO: 

O HIPRO utiliza a tecnologia de Ultrassom Microfocado de Alta Intensidade (HIFU) para combater os efeitos da flacidez, além de proporcionar diversos benefícios ao organismo. Ele pode ser aplicado em tratamentos faciais e corporais, basta que o profissional utilize o equipamento mais adequado para cada região.

Atualmente, o HIPRO é referência no mercado estético entre os procedimentos que realizam lifting facial e corporal. Motivo pelo qual está entre as melhores alternativas para os pacientes que desejam eliminar ou suavizar o umbigo triste. Para alcançar esse e outros resultados, o HIPRO utiliza as ondas de ultrassom microfocado em pontos específicos da derme.

Para combater a flacidez no abdômen, por exemplo, o equipamento é programado para atingir áreas com maior incidência de tecido adiposo. Dessa forma, as ondas de ultrassom conseguem atuar nas células de gordura estimulando a lipólise, para que a gordura seja liberada no organismo e utilizada como fonte de energia. 

Entre os efeitos desencadeados pelo HIFU também está o estímulo à produção de novas fibras de colágeno. Isso porque, sem afetar áreas adjacentes, o ultrassom gera pequenas lesões ao tecido que são tratadas pelo organismo através de processos inflamatórios. Em decorrência a esse processo, novas fibras de colágeno e elastina são formadas a fim de regenerar a região afetada.

Esse processo é o principal responsável pelo efeito de lifting que acontece após as aplicações, pois o tecido comprime instantâneamente. O resultado é perceptível e, ao longo do tratamento, os pacientes percebem uma redução da gordura localizada e dos efeitos da flacidez.

Saiba mais sobre o HIPRO.

2. Criofrequência:

A Criofrequência é também uma ótima alternativa para quem está procurando soluções para o umbigo triste ou outros efeitos da flacidez corporal. Na verdade, ela é capaz de tratar com eficiência três inimigos da autoestima: gordura localizada, flacidez e celulite. Por esse motivo, está entre os tratamentos mais procurados pelos pacientes que buscam uma remodelação corporal ou suavizar os efeitos causados pela gordura localizada.

Essa terapia desenvolvida pela Body Health combina a ação do frio e calor para desencadear um choque térmico e causar estímulos estratégicos no organismo. Para isso o aplicador reduz em até -10ºC a temperatura das camadas superiores da derme, enquanto libera ondas de radiofrequência que esquentam as áreas tratadas em até 60ºC. 

Nosso metabolismo é desestabilizado de tal forma que mobiliza o colágeno, desnaturado devido à elevação da temperatura, fazendo com que o corpo reaja à neocolagênese. Essa ação é a principal responsável por suavizar os sinais da flacidez corporal, como o umbigo triste, porque contribui para recuperação da firmeza do tecido na área tratada. 

O frio condutivo também promove efeitos específicos para flacidez tissular. Ele gera uma tensão instantânea na pele, aumenta os níveis de oxigenação do tecido e dilata os vasos sanguíneos. Como resultado, a criofrequência promove um efeito lifting instantâneo já na primeira sessão que é mantido ao longo do tratamento.

Saiba mais sobre a Criofrequência.

3. MultiShape:

O MultiShape é um aparelho revolucionário que também está entre os mais indicados para o tratamento do umbigo flácido. Isso porque, através da sinergia entre altas tecnologias, ele consegue atuar na fonte do problema, ou seja, eliminando as principais causas da flacidez corporal. Para isso, ele atua com três tecnologias distintas: cavitação, radiofrequência e a endermologia super pulse.

A radiofrequência é a responsável por atuar de forma profunda no tecido adiposo para eliminar as células de gordura, juntamente com a cavitação ultrassônica. Dessa forma, elas contribuem para que o organismo seja capaz de reduzir com eficiência as camadas de tecido adiposo. Já a endermologia é responsável por produzir uma pressão negativa nos tecidos e, por consequência, redistribuir o tecido adiposo e melhorar o contorno corporal.

Ao longo das sessões é possível perceber uma redução nas medidas, nas celulites e uma melhora significativa na flacidez corporal. Por esse motivo, o Multishape está entre os protocolos indicados para os pacientes que desejam tratar com eficiência o umbigo triste e outros incômodos. 

Saiba mais sobre o Multishape.

Para saber qual a melhor alternativa para o seu caso, nada melhor do que procurar uma clínica de estética ou profissional de confiança. Ele poderá avaliar todos os aspectos e, por consequência, indicar o melhor protocolo para o seu biotipo! Então, o que está esperando? Procure uma clínica de estética que ofereça esses protocolos e inicie seu tratamento. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Iniciar conversa.
Fale com uma consultora.
Fale com uma consultora.