mitos e verdades sobre radiofrequencia estética

Radiofrequência estética: mitos e verdades sobre o procedimento

A radiofrequência estética é um dos procedimentos mais procurados nas clínicas por quem deseja dar um up no visual para se sentir melhor com o próprio corpo.

Os resultados desse tratamento realmente são muito bons, mas para quem vai se submeter às sessões, sempre surge alguma dúvida. E na busca pelas respostas, várias coisas são encontradas, mas sempre fica aquele questionamento: será que é mito ou verdade?

Então, para oferecer a quem está com essas dúvidas respostas realmente confiáveis, listamos abaixo alguns pontos e falaremos se são mitos ou verdades sobre o tratamento com a radiofrequência estética. Mas antes, vamos te falar brevemente sobre radiofrequência para que serve, o que é e benefícios. Confira!

Para que serve a radiofrequência estética?

Radiofrequência estética é uma terapia que, através de um aparelho de radiofrequência específico, emite correntes elétricas que formam um campo eletromagnético entre 0,3 MHz a 3MHz. Ou seja, essa energia é direcionada ao tecido da área a ser tratada, gerando resistência e elevando a temperatura tissular da região afetada.

Esse aumento interno da temperatura no tecido, que consegue atingir até a hipoderme, faz com que o organismo reaja com uma série de efeitos, como:

  • Aumento da dilatação e vasos com abertura dos capilares;
  • Melhora o trofismo tissular;
  • Aumenta a circulação local;
  • Melhora o ganho de nutrientes pelo tecido;
  • Melhora o sistema de drenagem de toxinas e radicais livres;
  • Causa a lipólise do tecido adiposo;
  • Produz colágeno e fibras elásticas de melhor qualidade e contrai os já existentes

Benefícios radiofrequência estética

Os benefícios da radiofrequência estética são muitos, portanto, não é à toa que essa terapia é uma das mais procuradas nas clínicas e consultórios. Primeiramente, o tratamento pode ser de radiofrequência no rosto e também tem a radiofrequência corporal. Além disso, qualquer pessoa pode realizar este tratamento seguro em qualquer época do ano e em todos os tipos de pele.

Entre os principais benefícios da radiofrequência estética, podemos destacar:

  • Minimiza os sinais do envelhecimento tissular (rosto, pescoço ou qualquer outra área corporal);
  • Reduz a gordura localizada;
  • Minimiza o aspecto celulítico;
  • Melhora o aspecto e hidratação da pele;
  • Tonifica a pele, a deixando mais firme;
  • Reduz edema (inchaço) por estimular a drenagem.

A radiofrequência trata apenas gordura localizada? (mito)

Combater a gordura localizada é apenas um dos benefícios dessa terapia. Além disso, a radiofrequência é ideal para:

A radiofrequência ameniza rugas e linhas de expressão? (verdade)

Por estimular a formação de novas fibras de colágeno na região, a Radiofrequência faz com que a pele fique mais firme e tonificada, dando excelentes resultados no combate à rugas e linhas de expressão.

A radiofrequência causa queimadura na pele? (mito)

Quando se fala de uma técnica que utiliza métodos que envolvam temperatura, o maior receio é que as sessões causem queimaduras.

Apesar da Radiofrequência estética gerar calor interno, que chega entre 40 e 45°C, a superfície permanece protegida. No entanto, o profissional responsável pela sessão deve controlar esse aquecimento endógeno usando um termômetro, e isso não causa queimaduras na pele.

Pode-se associar a radiofrequência a outros tratamentos? (verdade)

Para potencialização dos resultados, a Radiofrequência pode sim ser associada a outras tecnologias, como Endermologia e Ultracavitação, por exemplo. Ao se associar essas tecnologias, obtém-se excelentes resultados.

Qualquer pessoa pode fazer a radiofrequência? (mito)

Tanto mulheres, quanto homens podem realizar o tratamento com a Radiofrequência. Mas, apesar de serem poucas, o tratamento é contraindicado para:

  • Aumento da dilatação e vasos com abertura dos capilares;
  • Melhora o trofismo tissular;
  • Aumenta a circulação local;
  • Melhora o ganho de nutrientes pelo tecido;
  • Melhora o sistema de drenagem de toxinas e radicais livres;
  • Causa a lipólise do tecido adiposo;
  • Produz colágeno e fibras elásticas de melhor qualidade e contrai os já existentes.

A radiofrequência combate a flacidez corporal e facial? (verdade)

Pela sua excelente ação no estímulo de colágeno na região tratada com a radiofrequência estética, indica-se esse tratamento tanto para flacidez corporal, quanto facial. Inclusive a contração imediata das fibras do colágeno já existente dá o efeito de lifting instantâneo na pele.

Mas você deve estar se perguntando: “Como fazer a radiofrequência no rosto?”. E a resposta é simples: do mesmo modo que a radiofrequência corporal, já que a atuação e a forma de aplicação são as mesmas. No entanto, o que pode diferenciar, é que dependendo da maquina de radiofrequência utilizada, pode haver aplicadores mais anatômicos, desenvolvidos exclusivamente para a região facial, como é o caso do MultiShape e do Unyque.

A radiofrequência estética dói? (mito)

As aplicações da Radiofrequência estética são totalmente seguras e indolores. Durante a sessão, o paciente sente apenas um leve aquecimento confortável e agradável na região.

Além de não doer, o tratamento com a radiofrequência estética tem rápida recuperação e o paciente volta à rotina normal logo após a sessão.

A radiofrequência melhora a aparência das estrias? (verdade)

Apesar do foco do tratamento com a Radiofrequência não ser o combate às estrias, há sim uma melhora no seu aspecto, visto que o tratamento estimula a produção de colágeno, fortalecendo as estruturas da pele.

A radiofrequência substitui a atividade física? (mito)

Muitas pessoas por não gostarem de fazer atividades físicas recorrem a tratamentos estéticos para conseguir um corpo melhor. Porém, a Radiofrequência não substitui os exercícios físicos, que também são importantes por outros aspectos relacionados à saúde.

A associação da Radiofrequência, com a prática de atividade física e uma dieta equilibrada é a combinação perfeita.

É possível ver resultado já na 1ª sessão? (verdade)

Somente um profissional pode definir a quantidade de sessões de Radiofrequência estética após realizar a avaliação individual do paciente. O protocolo indica, em média, 6 sessões por região porém, dependendo da resposta fisiológica do paciente, desde a primeira sessão já se nota uma diferença para a redução de medidas.

Qual melhor equipamento de radiofrequência estética?

Com tudo isso que te contamos, você deve estar se perguntando: com qual maquina de radiofrequência fazer o tratamento? E nós vamos te dar duas das melhores opções disponíveis no mercado hoje: MultiShape e Unyque.

MultiShape:

MultiShape é uma plataforma da Contourline ideal para todos os tipos de tratamentos estéticos, tanto faciais, quanto corporais. Além da radiofrequência estética, o Multishape também conta com outras tecnologias integradas, Ultrassom Cavitacional, LED e de um exclusivo Sistema Pneumático de Endermologia, sendo indicado para:

  • Remodelação corporal;
  • Redução de celulite;
  • Redução de medidas;
  • Estímulo de colágeno
  • Tratamento de flacidez em qualquer parte do corpo.

Por isso, o MultiShape é excelente para trabalhar diversas áreas do corpo, inclusive aquelas que são difíceis de serem trabalhadas na academia, de maneira segura, eficaz e sem requerer do paciente tempo de inatividade. Para o tratamento completo com o MultiShape, o profissional indica 10 sessões, que o paciente pode realizar semanalmente e que duram de 40 a 60 minutos, dependendo da área tratada e de acordo com a avaliação prévia ao tratamento.

Unyque:

Unyque, da Body Health, também é uma plataforma estética multifuncional, que possui além da radiofrequência estética, outras tecnologias: CriofrequênciaHImFU e Refreeze.

A radiofrequência está presente no Unyque no aplicador facial orbicular, especialmente projetado para tratamentos na área dos olhos, o que é ideal para redução de rugas e linhas de expressão tão comuns nessa área.

Além da radiofrequência, o Unyque também possui o aplicador de Criofrequência, que pode ser usado tanto na região facial, quanto corporal.Especialistas consideram essa tecnologia como a evolução da radiofrequência, por além de trabalhar com o calor interno no tecido, entregar também um frio superficial através da sua ponteira ultracongelada.

Integrando também o Unyque, temos o Ultrassom Cavitacional HImFU, ideal para eliminar gordura localizada. O HImFU emite ondas ultrassônicas de alta potência, inaudíveis pelo ouvido humano, que ao terem contato com o tecido agitam as moléculas de gordura e causam seu rompimento, tendo seu conteúdo eliminado naturalmente pelo sistema linfático do organismo do paciente.

E por último, mas não menos importante, o Unyque possui a tecnologia Refreeze, que é uma inovação que não existe em nenhum outro aparelho estético no mundo. Essa tecnologia une no mesmo aplicador a Criofrequência, que já falamos acima, com a Endermologia. Ou seja, o aplicador faz a emissão de ondas eletromagnéticas no tecido ao mesmo tempo em que há a sucção desse tecido para mobilização profunda. Tudo isso com o sistema Crio, que mantem o aplicador resfriado para gerar o choque térmico, totalmente benéfico para a cascata de reações que o organismo desenvolve durante e após a sessão.

Unyque é indicado para:

  • Drenagem Linfática
  • Redução de Celulite
  • Modelagem Corporal e facial
  • Gordura Localizada
  • Rugas e linhas de Expressão
  • Flacidez tissular

Para você que quer se submeter ao tratamento de Radiofrequência estética, a Contourline possui esses dois melhores equipamentos com essa tecnologia: o MultiShape e o Unyque, conforme te mostramos acima. Quer saber onde encontrar esses tratamentos aí na sua cidade? Converse com uma de nossas consultoras.

24 comentários em “Radiofrequência estética: mitos e verdades sobre o procedimento”

  1. Fernanda Mendes

    Bom dia
    Gostaria de saber onde fazer Radiofrequencia no distrito de Castelo Branco
    Cumprimentos

      1. Leni Marli wagenheimer

        Boa tarde gostaria que informasse se o rádio frequência pode ser passado com outro produto sem ser o líquido de transmissão se pode usar por exemplo creme de massagem?
        Agradeço Leni Marli

        1. Bom dia! O gel de massagem não é indicado pois ele não é condutor de energia igual o gel glicerinado, o que interfere na entrega das ondas eletromagnéticas no tratamento. Att.

          1. Bom dia, tudo bem? Implantes de metal e/ou silicone podem aquecer ou movimentar conforme a onda eletromagnética, por exemplo, na opção Monopolar. Por este motivo, para segurança do cliente, não aplica-se a opção Monopolar diretamente nas áreas onde há os implantes.

  2. Eu tenho um inchaço devido uma lesão posso estar usando esse método talvez no meu braço contraiu uma fibrose muscular

    1. Boa tarde, tudo bem? Esse tipo de dúvida deve ser respondida apenas após uma avaliação feita por um profissional. Recomendamos que procure um na sua região para análise do seu caso e possível liberação para início do tratamento.

  3. Boa tarde, tenho prótese removível com grampos, posso fazer radiofrequência facial sem retirar ou é necessário a remoção durante o procedimento?

    1. Boa tarde. Para o tratamento de flacidez não é contraindicado, porém, dependerá da sua sensibilidade durante o tratamento. Devido ao aquecimento, pode ocorrer um certo incômodo. Nesse caso, não indicamos dar continuidade ao tratamento.

    1. Bom dia, tudo bem? Qualquer sensação durante a aplicação deve ser comunicada ao aplicador. Mas geralmente não há risco de prejudicar a audição, conforme relatado não.

  4. Alba Valéria Ledo

    Tive carcinoma invasivo de mama Tipo HÉRNIA 2positivo . Estou operada há 2 anos e sem químio a 1 ano faço de 6/6 meses exames tudo certinho graças a Deus. Sou Esteticistae posso trabalhar com radiofrequência e usar em meu corpo também?
    Sempre aprendi na faculdade e em congressos que deveria evitar. Mas os médicos da rede Dor da equipe multidisplinar inclusive os Oncologistas me liberaram. Dizem que usam radiofrequência até para tratamentos de câncer de fígado. Lógico que outra rádio não a estética. Não sei o que fazer. Pode me auxiliar?

  5. Tenho vários implantes dentário, posso fazer radiofrequência facial? Tem alguma contra indicação?

    1. Bom dia, tudo bem? Para pacientes com implantes metálicos na região a ser tratada, não recomendamos. Mas faça uma avaliação mais personalizada com o profissional que realizará o tratamento para uma orientação mais específica para o seu caso.

    1. Boa tarde, tudo bem? Dependendo do objetivo e da forma como o protocolo será realizado, pode ser associado sim. Mas sem ter conhecimento mais detalhado, não conseguimos orientar direitinho em que momento a aplicação seria ideal.

  6. Elizabeth M. Marques

    Quem tem tumor benigno no pâncreas pode fazer Radiofrequencia no abdômen?
    Poderia me responder via e-mail, por favor? Obrigada

    1. Bom dia, tudo bem? Como fabricantes não recomendamos que realize o tratamento. Mas sugerimos que faça uma avaliação mais personalizada com o médico responsável por te acompanhar para que ele avalie a sua condição e te libere para realizar o tratamento, caso ache seguro.

  7. Boa tarde! Gostaria de saber quais profissionais podem fazer a aplicação desse método, se pode fazer um curso de curto prazo com certificado ou se tem que fazer uma graduação na área da estica para aí sim fazer uma pós nesse curso e aí sim pode exercer.

    1. Boa tarde, tudo bem? Como fabricantes, recomendamos que o operador seja profissional da área de saúde, devidamente capacitado na tecnologia. É importante verificar as permissões e proibições de cada conselho profissional. Att.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *