Covid-19

Teste Rápido COVID-19: como funciona? A partir de animações e recursos gráficos empresa mineira cria vídeo da detecção da presença dos anticorpos IgG e IgM em teste rápido

Como funciona o teste rápido de Covid-19

Traduzir linguagem científica não é tarefa fácil. Com animações em 3D e outros recursos gráficos a empresa mineira Contourline produziu um vídeo que mostra como acontece a revelação dos anticorpos IgG e IgM em paciente com resultado positivo no teste rápido comercializado pela empresa, o COVID-19 IgG / IgM – Colloidal Gold

Em menos de três minutos o vídeo mostra, de forma didática, o que acontece por dentro do dispositivo. Na simulação o resultado do teste é positivo, indicando que o paciente teve contato com o coronavírus.

De acordo com o CEO do Grupo Contourline, Égio Almeida, foi utilizado um software de animações gráficas de última geração para que fosse possível criar um vídeo capaz de ilustrar como a tecnologia dos testes rápidos funcionam por dentro. “O objetivo foi difundir conhecimento, para o público em geral, sobre um teste que vem sendo amplamente falado em todo o mundo”, disse.

O Teste Rápido da Contourline é um ensaio imunocromatográfico em fase sólida para a detecção rápida, qualitativa e diferencial de anticorpos IgG e IgM para o novo Coronavírus. De fácil coleta, com apenas uma gota de sangue, o resultado é obtido em até 10 minutos.

A resposta imunológica do corpo em relação ao vírus pode ser identificada a partir da detecção de anticorpos no sangue de pessoas que foram expostas ao Coronavírus, o que geralmente acontece a partir do quinto dia após o início dos sintomas da doença. No entanto, a fase considerada ideal para testagem acontece a partir do décimo dia pós-sintomas, pois é quando os anticorpos estão presentes em quantidade suficiente no organismo para serem detectados nos testes. Se coletado antes desse período, chamado de janela imunológica, pode indicar um resultado falso-negativo, ou seja, o teste indica ausência de anticorpos quando na verdade eles estão presentes, mas em menores quantidades.

O dispositivo de teste rápido (cassete) COVID-19 IgG / IgM tem altas taxas de sensibilidade total de até 98,33% (relacionada à resultados verdadeiro-positivos) e especificidade total de até 100% (relacionada à resultados verdadeiro-negativos). Esses valores foram atestados por ensaio clínico multicentrico com grande número de amostras, que foram realizados em três hospitais na China e certificado por mais de 15 países, além das certificações nacionais das agências reguladoras.

Assista ao vídeo: Como funciona o teste rápido COVID-19 Contourline

Testagem

A testagem em massa não é importante somente para as estatísticas, mas para que as autoridades públicas, empresas e pessoas possam nortear suas tomadas de decissão, seja para a abertura segura e planejada do comércio, no caso das duas primeiras, ou para a segurança pessoal e de familiares durante etapas de isolamento social. “Somente através da testagem ampla será possível sabermos a real proporção da pandemia e, juntos, tomarmos decisões seguras e resposáveis para a volta gradativa do que estão chamando de “o novo normal””, afirma Egio Almeida.

O exame padrão ouro para identificação da COVID-19 é o teste molecular RT-PCR, que faz a detecção do material genético do vírus em amostra de secreção colhida do paciente (Swab). Já os testes rápidos detectam, em amostras de sangue, soro ou plasma, a presença de anticorpos criados pelo organismo para combater o novo Coronavírus.

Mais informações: https://contourline.com.br/covid-19/

Previous Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *