Mulher deitada fazendo procedimento com o HIPRO para ancoragem muscular

Ancoragem muscular: entenda o que é e como os resultados com o HIFU podem ser indicados para seus pacientes

A procura por tratamentos que visem minimizar os efeitos da flacidez facial está cada vez maior e a tendência é que continue crescendo. Afinal, é impossível parar a ação do tempo, portanto, a pele continuará sofrendo com a perda de sustentabilidade e elasticidade, mesmo que gradativamente. E é aí que entram em cena soluções efetivas que trazem mais conforto para os pacientes, como a ancoragem muscular.

O que é ancoragem muscular?

É uma técnica em que camadas estratégicas da derme e epiderme são alocadas de forma que a pele fique “grudada” no músculo e esticada. Como resultado, a pele retoma o aspecto firme tão procurado por pacientes que sofrem com a flacidez facial. Esse procedimento pode ser realizado de maneira invasiva, através de cirurgias estéticas, ou de forma não invasiva, já que o mercado de estética oferece tecnologias que proporcionam esse resultado sem cirurgia.

Investir e oferecer a ancoragem muscular é o caminho correto para ampliar a demanda de pacientes na sua clínica ou consultório de estética. Isso porque, além de ser um procedimento com excelentes resultados, trata-se de uma tendência em constante crescimento. Por esse motivo, reunimos neste guia informações importantes sobre o procedimento, as tecnologias e equipamentos relacionados a ele. Confira.

Tudo o que você precisa saber sobre ancoragem muscular:

Conforme vamos envelhecendo nosso corpo sofre alterações importantes, como a perda de colágeno e elastina. Ela pode ocorrer de forma natural, porque com o tempo a produção “natural” dessa proteínas diminui, mas também pode ser resultado de hábitos não saudáveis ou alterações no nosso corpo. Seja quais forem as razões, perder duas proteínas tão importantes traz consequências importantes, principalmente para a pele.

Ambas estão diretamente ligadas a sustentabilidade e elasticidade da derme, portanto, ao perdê-las, a pele tende a ficar cada vez mais flácida. Por esse motivo, os tratamentos que visam melhorar a flacidez facial ou corporal trabalham estimulando a retomada da produção dessas proteínas, principalmente do colágeno. As técnicas são distintas, conforme citamos anteriormente, por isso são indicadas para diferentes perfis de pacientes.

O que fazer para firmar a pele do rosto?

A melhor solução para a flacidez é investir em tratamentos que retomam com eficiência a produção de colágeno. Para isso existem procedimentos que podem trazer ótimos resultados, mas que se diferenciam pela técnica e indicação do tratamento. Conheça alguns dos principais tratamentos para flacidez facial e corporal do mercado de estética:

Radiofrequência:

A radiofrequência está entre os tratamentos estéticos mais utilizados para combater a flacidez facial e corporal. Isso porque, utilizando o equipamento adequado, essa tecnologia é capaz de atingir pontos estratégicos para retomar a produção de colágeno e elastina, um dos principais objetivos da ancoragem muscular.

Ao entrar em contato com o tecido, a radiofrequência  , tecnologia presente no MultiShape, hiperaquece as fibras de colágeno contraído e , por consequência, ajudando a recuperar sua firmeza característica. Como resultado, a pele sofre um efeito de lifting instantâneo ficando com a aparência rejuvenescida e, no decorrer das sessões, perdendo as características tradicionais da flacidez.

Ultrassom microfocado:

O ultrassom microfocado é o procedimento não invasivo mais indicado para a ancoragem muscular, porque consegue atuar diretamente no SMAS. Isso porque, com o auxílio de equipamentos como o HIPRO, as ondas de ultrassom são capazes de acessar o SMAS sem afetar áreas adjacentes. Por consequência, ele é capaz de estimular a produção de colágeno a longo prazo, além de promover um efeito lifting imediato.

Essa atuação é essencial para a construção do efeito de ancoragem muscular, pois permite que o procedimento tenha resultados semelhantes aos obtidos em cirurgias. Portanto, é a melhor alternativa para os pacientes que desejam tal resultado em um curto prazo de tempo, mas sem recorrer a tratamentos mais agressivos.

Como o HIFU faz a estimulação de colágeno no rosto?

O HIFU atua diretamente no SMAS, porque ele é formado por tecido conjuntivo fibroso, ou seja, possui uma grande concentração de fibras de colágeno. Para conseguir estimular a produção de colágeno, o ultrassom microfocado estimula o processo de regeneração da camada SMAS ao ocasionar pequenas lesões microtérmicas no tecido. Para isso, a energia do HIFU aumenta a temperatura na região causando a necrose da área afetada e morte celular.

 

Esse ponto de coagulação gerado pelo HIFU é tratado como um dano ao tecido, por isso nosso organismo inicia uma cascata inflamatória a fim de recuperar a região. Como resultado, temos a formação de novas fibras de colágeno que irão garantir a longo prazo uma maior sustentabilidade da pele. Além disso, a ação do HIFU promove uma tensão instantânea do SMAS que garante o efeito lifting e melhora o contorno facial já na primeira aplicação.

O HIFU é a única tecnologia capaz de atuar com precisão no SMAS sem afetar tecidos adjacentes. Por esse motivo, é a mais indicada para tratamentos que visam a ancoragem muscular e outros procedimentos de rejuvenescimento facial. É também importante ressaltar que o ultrassom microfocado também pode ser indicado para outros fins, tais como:

  • Eliminar rugas e linhas de expressão;
  • Tratar a gordura localizada em várias partes do corpo;
  • Recuperar a tonificação da pele;
  • Promover o rejuvenescimento do pescoço e colo.

Qual melhor aparelho de ultrassom microfocado?

Existem diversos aparelhos no mercado de estética que atuam com a tecnologia de ultrassom microfocado, porém é preciso ter cuidado ao escolher a melhor alternativa para sua clínica de estética. Isso porque, apesar de apresentarem algumas semelhanças, nem todos contam com a tecnologia necessária para garantir uma manipulação precisa do HIFU, sobretudo em tratamentos faciais.

É preciso que o equipamento seja capaz de garantir segurança ao profissional, especialmente nas sessões que visam uma atuação de maior profundidade. Por esse motivo, diante das alternativas presentes no mercado de estética, o HIPRO se destaca como melhor equipamento de ultrassom microfocado

Desenvolvido pela Contourline, o HIPRO possui características únicas que o colocam em destaque, tais como:

  • É equipamento com maior capacidade de personalização dos tratamentos com HIFU, permitindo sua atuação em até 15 profundidades;
  • Não possui troca de cartuchos, o que garante maior rapidez nas sessões e um melhor custo benefício para os profissionais;
  • Possui um aplicador anatômico que promove maior personalização do tratamento, conforto para o paciente e segurança para o profissional.

O HIPRO também pode ser considerado como o melhor aparelho para flacidez no rosto, pois é capaz de atuar com precisão em diferentes profundidades. Dessa forma, o tratamento é personalizado conforme as necessidades e características dos pacientes, garantindo resultados incríveis a curto e longo prazo.

Que tal conhecer outros benefícios do HIPRO e da tecnologia de ultrassom microfocado? Confira as vantagens desse aparelho que irá revolucionar os resultados da sua clínica de estética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Iniciar conversa.
Fale com uma consultora.
Fale com uma consultora.